Pedale para emagrecer e para melhorar a sua saúde!

0

O ciclismo está em alta. E essa atividade proporciona várias vantagens como mais equilíbrio, diminuição do estresse e maior condicionamento físico, beneficiando inclusive quem deseja emagrecer.

Todo mundo já sabe: pedalar faz bem à saúde. Andar de bicicleta é divertido e ajuda a combater o stress, a ansiedade, a depressão. Transitar pela cidade de bike conecta a pessoa à cidade, apresentando novas paisagens, caminhos diferentes, e ainda por cima otimiza a mobilidade urbana. Mas a prática do ciclismo também é saudável porque ajuda a queimar várias calorias, contribui para reduzir medidas e tonificar músculos da coxa e glúteos, por exemplo.

Esse exercício de baixo impacto pode ser praticado por pessoas de todas as idades, porque não exige demais das articulações e trabalha o corpo todo, melhorando a coordenação e o equilíbrio, . Mas para desfrutar de todos esses benefícios, é imprescindível fazer uso do equipamento adequado como acessórios de ciclismo, para garantir a proteção.

Benefícios para a vida toda

Praticar o ciclismo pode contribuir para a queima de mais de 500 calorias por hora, e se você se programar, três vezes por semana – o que é a média de frequência recomendada para a prática de atividade física pela Organização Mundial de Saúde – pode ser o suficiente para uma perda de peso significativa. Outras vantagens vão desde a melhora do condicionamento cardiovascular, passando pelo equilíbrio da pressão sanguínea, combatendo a hipertensão, até a redução das taxas de triglicerídeos.

É possível adequar a atividade à sua rotina semanal, já que basta pegar a bike e sair pedalando, no horário que você tiver disponível – vale até ir para o trabalho ou para a aula usando a bicicleta, economizando o dinheiro da passagem do transporte público ou a gasolina do automóvel, agilizando o deslocamento e ainda contribuindo para a redução de gases tóxicos na atmosfera. Lembre-se ainda que o final de semana também é ideal para pedalar, e dá para se organizar fazendo dois passeios mais breves durante a semana, e gastar mais tempo no sábado ou domingo. Dá para iniciar pedalando em média 10 quilômetros a 20 quilômetros por hora, que é uma boa velocidade, para, aos poucos, chegar a um percurso de 30 quilômetros, que é uma boa distância.

Cuidados antes de começar

Antes de começar a prática da atividade, é recomendável consultar um médico como cardiologista, clínico geral ou ortopedista, para saber suas reais condições físicas, que podem ser medidas com um exame clínico ou laboratorial, incluindo prova de esforço físico ou exame de imagem, e ainda uma avaliação ortopédica, especialmente no caso de pessoas que apresentem problemas como tendinite e condromalacia (uma espécie de amolecimento da cartilagem do joelho). Os cuidados com a segurança também devem ser tomados, como a aquisição de equipamentos de proteção, como capacetes, luvas, óculos, joelheiras e, para a bicicleta, buzinas e luzes que devem ser instaladas na parte traseira e dianteira.

Outra medida de segurança se refere à escolha de trajeto. Para ciclistas de ‘primeira viagem’, o melhor é pedalar em ciclovias demarcadas, parques ou em trajetos com menor quantidade de veículos transitando, preferencialmente nas proximidades da residência e em horários de menor movimento, como pela manhã ou à noite.Por fim, uma última dica é que o foco deve ser na saúde e no bem estar, e não necessariamente na perda de peso, que é uma consequência de uma vida mais equilibrada e da adoção de hábitos mais saudáveis. Beba bastante água, se alimente bem, consumindo mais alimentos naturais e menos processados, e transforme a bike na sua melhor amiga.

Dê sua nota:
RuimRegularBoaÓtimaExcelente (Nenhum voto)
Loading...
Compartilhe:

Deixe um comentário